Arquivos
 12/06/2011 a 18/06/2011
 05/06/2011 a 11/06/2011
 29/05/2011 a 04/06/2011
 22/05/2011 a 28/05/2011
 15/05/2011 a 21/05/2011
 08/05/2011 a 14/05/2011
 01/05/2011 a 07/05/2011
 24/04/2011 a 30/04/2011
 17/04/2011 a 23/04/2011
 10/04/2011 a 16/04/2011
 03/04/2011 a 09/04/2011
 27/03/2011 a 02/04/2011
 20/03/2011 a 26/03/2011
 13/03/2011 a 19/03/2011
 06/03/2011 a 12/03/2011
 27/02/2011 a 05/03/2011
 20/02/2011 a 26/02/2011
 13/02/2011 a 19/02/2011
 06/02/2011 a 12/02/2011
 30/01/2011 a 05/02/2011
 23/01/2011 a 29/01/2011
 16/01/2011 a 22/01/2011
 09/01/2011 a 15/01/2011
 26/12/2010 a 01/01/2011
 19/12/2010 a 25/12/2010
 12/12/2010 a 18/12/2010
 05/12/2010 a 11/12/2010
 28/11/2010 a 04/12/2010
 21/11/2010 a 27/11/2010
 14/11/2010 a 20/11/2010
 07/11/2010 a 13/11/2010
 31/10/2010 a 06/11/2010
 24/10/2010 a 30/10/2010
 17/10/2010 a 23/10/2010
 10/10/2010 a 16/10/2010
 03/10/2010 a 09/10/2010
 26/09/2010 a 02/10/2010
 19/09/2010 a 25/09/2010
 12/09/2010 a 18/09/2010
 05/09/2010 a 11/09/2010
 29/08/2010 a 04/09/2010
 22/08/2010 a 28/08/2010
 15/08/2010 a 21/08/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 01/08/2010 a 07/08/2010
 25/07/2010 a 31/07/2010
 18/07/2010 a 24/07/2010
 11/07/2010 a 17/07/2010
 04/07/2010 a 10/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 20/06/2010 a 26/06/2010
 13/06/2010 a 19/06/2010
 06/06/2010 a 12/06/2010
 30/05/2010 a 05/06/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 09/05/2010 a 15/05/2010
 02/05/2010 a 08/05/2010
 25/04/2010 a 01/05/2010
 18/04/2010 a 24/04/2010
 11/04/2010 a 17/04/2010
 04/04/2010 a 10/04/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 14/03/2010 a 20/03/2010
 07/03/2010 a 13/03/2010
 28/02/2010 a 06/03/2010
 21/02/2010 a 27/02/2010
 14/02/2010 a 20/02/2010
 07/02/2010 a 13/02/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 10/01/2010 a 16/01/2010
 03/01/2010 a 09/01/2010
 27/12/2009 a 02/01/2010
 13/12/2009 a 19/12/2009
 06/12/2009 a 12/12/2009
 29/11/2009 a 05/12/2009
 22/11/2009 a 28/11/2009
 15/11/2009 a 21/11/2009
 08/11/2009 a 14/11/2009
 01/11/2009 a 07/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 18/10/2009 a 24/10/2009
 11/10/2009 a 17/10/2009
 04/10/2009 a 10/10/2009
 27/09/2009 a 03/10/2009
 20/09/2009 a 26/09/2009
 13/09/2009 a 19/09/2009
 06/09/2009 a 12/09/2009
 30/08/2009 a 05/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 09/08/2009 a 15/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Terras de Cabral
 Gerald Thomas
 BLOG DOS QUADRINHOS
 BLOG DO SÉRGIO DÁVILA
 Ilustrada no Cinema
 Almir Feijó
 Blog do Solda
 PARALAXE - Rafael Barion
 Grupo Delírio Cia. de Teatro
 Omelete - sua cozinha pop
 Cronópios - literatura e arte no plural
 Paulo Biscaia
 Casa da Maitê




A ETERNIDADE E UM DIA Edson Bueno
 


INDISFARÇÁVEL DESCONFORTO

Pois bem, resolvi escrever sobre "Cidadão Boilesen", até porque a ignorância tinha escondido de mim a existência de tal personalidade. E até porque, faz parte da minha infância a presença dos caminhões de Ultragaz, empresa na qual o tal senhor foi presidente e de onde ele tirou muito dinheiro para a Operação Bandeirante, braço ilegal do governo militar, pai, mãe, tio e primo da tortura. E que tal, a Operação Bandeirante? Pois é, boa parte do empresariado deu dinheiro para financiar a repressão brava. Aliás. os empresários dão dinheiro pra tudo no Brasil, então dá pra deduzir que par ao bem ou para o mal, os caras são sempre os produtores executivos. Deram, por exemplo, dinheiro para eleger o Collor e devem ter dado para derrubá-lo. Assim como deram dinheiro para eleger o Lula, e devem ter dado para eleger os que não foram eleitos. Mas poderiam ter sido e aí está o segredo. Em resumo, isso deve ser a democracia. E o cidadão Boilesen? Uma fatia desconfortável da nossa história, para a direita e para a esquerda. Dia desses ouvi uma garota dizer ao seu namorado: "O Lula é de direita!" E ele: "Não amor, o Lula é de esquerda!" E ela, rebatendo: "Amor, você precisa entender, o sujeito é de esquerda enquanto é candidato; a partir do momento em que é eleito, automaticamente vira de direita!" E ele: "Ahhhh." Então, que o surpreendente em "Cidadão Boilesen" é a realidade do documentário,  jogo de vida, morte, tortura, violência, vômito e sangue, que parece estar distante, lá nas páginas da história, na década de 70; mas que persiste, de outra forma, como relato seco, irônico, cruel, debochado, oficial, hipócrita, dissimulado e patético, nas palavras dos vivos que dão entrevistas sobre o caso, e são muitos, desde o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso até um ex-militante de esquerda, participante ativo da execução sumária do tal cidadão Boilensen, em 1971. É tudo chocante! É desconfortável, deprimente e podre! O documentário é uma aula de história e um grifo no absurdo que é a violência travestida de utopia e a máquina de fabricar dinheiro disfarçada de ação redentora. O tal cidadão Boilesen existiu mesmo e sua história, repito para a esquerda e para a direita, é um reflexo assustador de onde podemos chegar e do que somos capazes de fazer! No fundo, o que sobra mesmo é a indignação, a gosma e a morte. A desumanização. Triste...



Escrito por Edson Bueno às 10h39
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]