Arquivos
 12/06/2011 a 18/06/2011
 05/06/2011 a 11/06/2011
 29/05/2011 a 04/06/2011
 22/05/2011 a 28/05/2011
 15/05/2011 a 21/05/2011
 08/05/2011 a 14/05/2011
 01/05/2011 a 07/05/2011
 24/04/2011 a 30/04/2011
 17/04/2011 a 23/04/2011
 10/04/2011 a 16/04/2011
 03/04/2011 a 09/04/2011
 27/03/2011 a 02/04/2011
 20/03/2011 a 26/03/2011
 13/03/2011 a 19/03/2011
 06/03/2011 a 12/03/2011
 27/02/2011 a 05/03/2011
 20/02/2011 a 26/02/2011
 13/02/2011 a 19/02/2011
 06/02/2011 a 12/02/2011
 30/01/2011 a 05/02/2011
 23/01/2011 a 29/01/2011
 16/01/2011 a 22/01/2011
 09/01/2011 a 15/01/2011
 26/12/2010 a 01/01/2011
 19/12/2010 a 25/12/2010
 12/12/2010 a 18/12/2010
 05/12/2010 a 11/12/2010
 28/11/2010 a 04/12/2010
 21/11/2010 a 27/11/2010
 14/11/2010 a 20/11/2010
 07/11/2010 a 13/11/2010
 31/10/2010 a 06/11/2010
 24/10/2010 a 30/10/2010
 17/10/2010 a 23/10/2010
 10/10/2010 a 16/10/2010
 03/10/2010 a 09/10/2010
 26/09/2010 a 02/10/2010
 19/09/2010 a 25/09/2010
 12/09/2010 a 18/09/2010
 05/09/2010 a 11/09/2010
 29/08/2010 a 04/09/2010
 22/08/2010 a 28/08/2010
 15/08/2010 a 21/08/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 01/08/2010 a 07/08/2010
 25/07/2010 a 31/07/2010
 18/07/2010 a 24/07/2010
 11/07/2010 a 17/07/2010
 04/07/2010 a 10/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 20/06/2010 a 26/06/2010
 13/06/2010 a 19/06/2010
 06/06/2010 a 12/06/2010
 30/05/2010 a 05/06/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 09/05/2010 a 15/05/2010
 02/05/2010 a 08/05/2010
 25/04/2010 a 01/05/2010
 18/04/2010 a 24/04/2010
 11/04/2010 a 17/04/2010
 04/04/2010 a 10/04/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 14/03/2010 a 20/03/2010
 07/03/2010 a 13/03/2010
 28/02/2010 a 06/03/2010
 21/02/2010 a 27/02/2010
 14/02/2010 a 20/02/2010
 07/02/2010 a 13/02/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 10/01/2010 a 16/01/2010
 03/01/2010 a 09/01/2010
 27/12/2009 a 02/01/2010
 13/12/2009 a 19/12/2009
 06/12/2009 a 12/12/2009
 29/11/2009 a 05/12/2009
 22/11/2009 a 28/11/2009
 15/11/2009 a 21/11/2009
 08/11/2009 a 14/11/2009
 01/11/2009 a 07/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 18/10/2009 a 24/10/2009
 11/10/2009 a 17/10/2009
 04/10/2009 a 10/10/2009
 27/09/2009 a 03/10/2009
 20/09/2009 a 26/09/2009
 13/09/2009 a 19/09/2009
 06/09/2009 a 12/09/2009
 30/08/2009 a 05/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 09/08/2009 a 15/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Terras de Cabral
 Gerald Thomas
 BLOG DOS QUADRINHOS
 BLOG DO SÉRGIO DÁVILA
 Ilustrada no Cinema
 Almir Feijó
 Blog do Solda
 PARALAXE - Rafael Barion
 Grupo Delírio Cia. de Teatro
 Omelete - sua cozinha pop
 Cronópios - literatura e arte no plural
 Paulo Biscaia
 Casa da Maitê




A ETERNIDADE E UM DIA Edson Bueno
 


AH, SOLDA.... !!!

Acompanhei de longe a passagem de Barack Obama pelo Brasil e achei tudo de uma patetice sem fim. Teve um momento em que ele, em pleno Theatro Municipal do Rio de Janeiro, declarou: “O Brasil é um exemplo de democracia!”, ou algo assim. A declaração foi estampada em primeiras páginas como se o cara tivesse dito finalmente a grande verdade. Primeiro que não é, e segundo que desde as diretas já, vamos fazendo a democracia ao nosso jeito, aos trancos e barrancos e os EUA que vão fazendo a deles, que não é, nem nunca foi um exemplo de coisa nenhuma. Onde já se viu uma democracia que financia e apóia ditaduras? Enfim, o Barack e sua família distribuíram aqueles seus sorrisos protocolares, plastificados e falsos, enquanto o do Barack era especialmente arrogante, como se ele e sua turma fossem as pessoas mais importantes do mundo, dando a esmola de uma visitinha para um país com pretensões de primeiro mundo. Soltando elogios fáceis pra lá e pra cá, só pra agradar e fazer média. Entrou e saiu com a mesma expressão e não disse absolutamente nada de relevante ou útil. Só fez marketing;  e pior, marketing jaguara. E claro, todo mundo estendeu o tapete vermelho e fez o beija pés protocolar. As transmissões das televisões foram insuportáveis, criando uma imagem que não era e nem nunca seria a real. Aí, aqui, nas simples curitibas, vai o nosso querido, talentoso e inteligentíssimo Solda e resume em uma charge rápida, toda a patuscada. E tudo seria apenas mais uma piada aguda e diária, com toda a carga de mil e uma interpretações que uma boa charge incita, não fosse o Paulo Henrique Amorim em seu blog levantar uma dúvida: “Não, nós não somos racistas.” E o Solda, artista, libertário, um dos corações mais abertos que eu já conheci, é demitido pelo jornal “O Estado do Paraná”(onde a charge foi publicada, online), sob a acusação de ter feito uma charge com conteúdo racista. Se o Ministério da Educação quer censurar Monteiro Lobato e bani-lo das escolas, por que o Solda não pode também ser banido dos jornais? Eu costumo dizer que nossa democracia, essa mesma que perdoa todos os políticos ladrões, que não prende nunca absolutamente nenhum e que permite, como se fosse a coisa mais natural do mundo que eles entrem e saiam das assembléias, câmaras e Congresso Nacional, via eleições e continuem pintando e bordando numa boa, essa democracia precisa de fachadas para fazer de conta que é limpa. E nada mais fácil do que censurar e dar aos cidadãos que pensam poética e criativamente, a peja de irresponsáveis; para continuar bandalhando onde realmente interessa. Monteiro Lobato foi vítima no ano passado e agora é o Solda, mais vítima do que Monteiro porque está aí criando e trabalhando. E a curto, médio ou longo prazo, cada pensador deste país começa a calcular sua criatividade e sua inteligência e isso é uma grande sacada dos censores. Eliminar o pensamento na fonte. O Bennet escreveu com grande apuro: “Se o Solda é racista, o Woody Allen é nazista!” Qualquer camarão fossilizado, desde que bem intencionado, sabe disso, mas o que custa dar o cartão vermelho para o Solda e fazer de conta que é democrata e não censor? O que seria da democracia sem os políticos? Não seria. Mas como, como meu Deus, construirmos uma sociedade justa, livre e que seja realmente de todos, enquanto ficamos fazendo de conta que somos politicamente perfeitos, os políticos continuam fazendo de conta que o dinheiro público é deles, podem e vale tudo, e a poesia e a inteligência têm que ser domesticadas à custa do sacrifício daqueles que ousam pensar o país com algum sentido de crítica e humor? Nosso destino é a canga! Nossa punição é a mordaça! E nesse momento eu sei que o querido Solda deve estar em sua casa, lá no Conjunto Solar, tentando entender o que fez de errado, se fez tudo certo. Ele que viveu as ditaduras e vive as democracias. Ele que tem o coração aberto para o mundo todo, que é gentil, amoroso, elegante e livre. Ah! Solda, esses caras são uns sacanas!!! Nessa altura da vida ter que agüentar esse tipo de filha da p...!!!

 



Escrito por Edson Bueno às 11h34
[] [envie esta mensagem
]





ADEUS, ELIZABETH!

Simples, uma das atrizes mais encantadoras da história do cinema!!!



Escrito por Edson Bueno às 11h20
[] [envie esta mensagem
]





POSTER QUE VALE A PENA POSTAR!!!

E você que pensou já ter visto tudo!



Escrito por Edson Bueno às 14h06
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]